Bodegas Muriel, Rioja em grande estilo

18/12/2014

A Winebrands Importadora apresentou seus novos vinhos espanhóis das Bodegas Muriel, excelente produtor de Rioja. São vinhos de alta qualidade, com algumas características que os farão cair rapidamente no gosto dos brasileiros. Saiba quais...


Bodegas Muriel, tradição e modernidade em Rioja, Espanha


Com a presença de Ana Barbas, gerente das Bodegas Muriel, a Winebrands Brasil lançou, em São Paulo, os ótimos vinhos espanhóis recentemente agregados ao já consagrado catálogo da importadora. Trata-se dos vinhos das Bodegas Muriel, que foram apresentados juntamente com outros vinhos do grupo, de outras regiões da Espanha, reunidos sob o rótulo de Real Compañia de Vinos.

Bodegas Muriel, tradição e modernidade, de mãos dadas

Fundada em 1926 por José Murúa Villaverde, a vinícola alia a tradição dos vinhos de Rioja, as raízes espanholas e o respeito ao terroir, à visão atualizada do que acontece no mundo, às demandas do consumidor moderno e às inovações tecnológicas que moldam os vinhos nos dias de hoje.

Sala de Barricas das Bodegas Muriel, onde se faz a Crianza, ou amadurecimento dos vinhos

Por algum tempo a vinícola esteve desativada e a retomada dos trabalhos de produção deu-se em 1986, quando Julián Murúa começa a segunda etapa de um trabalho iniciado por seu pai que se estende até o momento atual, quando as Bodegas Muriel se mostram uma empresa consolidada e perfeitamente equipada para produzir vinhos de alta gama.

Bodegas Muriel, em Elciego, Rioja Alavesa

Situada nas cercanias de Elciego, na Rioja Alavesa, as Bodegas Muriel contam com um complexo vinícola de 22000 metros quadrados, onde o grande destaque são as enormes áreas de amadurecimento dos vinhos em barricas, ou crianza, técnica de dá o verdadeiro DNA dos vinhos de Rioja.

O terroir da Rioja Alavesa, origem de vinhos de grande personalidade e expressão

A cidade de Elciego é uma das mais conhecidas da Rioja Alavesa, famosa por seu Casco Antiguo, ou área antiga da cidade, situada nas redondezas da Gran Iglesia de San Andrés, símbolo da fé e da religiosidade do povo espanhol.

Casco Antiguo de Elciego, área antiga da cidade, ponto de encontro dos espanhóis

Do ponto de vista vinícola, a Rioja Alavesa é a sub-região de Rioja que mais progresso vem apresentando nos últimos tempos, constituindo-se em terroir de grande personalidade, caracterizado por seus solos argilo-calcário de cor ocre, com textura solta, o que permite que as raízes penetrem até dois metros de profundidade, buscando os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento dos frutos, que amadurecem de forma perfeita no clima ameno da região.

Vale destacar que uma das características climáticas da Rioja Alavesa é o perfeito equilíbrio entre a influência mediterrânea que vem do leste pelo vale do Rio Ebro, a matiz continental que vem do sul, com ventos quentes e secos e a tênue influência atlântica, que é muito atenuada pela majestosa Sierra Cantábria que domina a paisagem da Rioja. 

Videira antiga de tempranillo, no solo ocre da Rioja Alavesa

Tudo conspira para que as uvas tenham plenas condições de atingir seu perfeito grau de maturação, dando aos vinhos tintos uma excepcional textura, que encantou a todos na degustação.

Na degustação, a força de Rioja falou mais alto

Durante a apresentação da vinícola, feita por Ana Barbas, foram degustados alguns vinhos da Muriel, iniciando os trabalhos com um ótimo branco, o Viña Muriel Tierras de Lastra Reserva Blanco 2010, um Viura em pureza fermentado em barricas francesas e com 8 meses de contato com as leveduras, o que lhe deu caráter e excepcional volume de boca, com fruta agradável e final elegante.


Na ala dos tintos primeiro veio o Muriel Reserva 2008, um puro Tempranillo, com 24 meses de passagem por barricas de carvalho americano e francês, mais dois anos em garrafa antes da comercialização. Trata-se de um vinho muito agradável, com textura sedosa, ótima fruta, longa persistência e delicioso retro-olfato

Na sequência degustamos o clássico Viña Muriel Gran Reserva 2004, o topo da pirâmide de Rioja, produzido com uvas provenientes de vinhedos selecionados da Rioja Alavesa e da Rioja Alta, com 24 meses de amadurecimento em barricas de carvalho francês e americano, com posteriores 3 anos de envelhecimento em garrafa antes da comercialização. Um vinho de exceção, mostrou-se com fantásticos aromas de frutas secas (ameixa), fino couro, alcaçuz e bala de cevada, sedoso ao extremo, com taninos de excepcional textura, elegante, sofisticado e complexo.

Real Compañia de Vinos, a face jovem da Espanha, em toda a sua exuberância 

Boas surpresas estavam reservadas para a degustação dos vinhos da Real Compañia, a versão moderna, jovem e vibrante da Espanha, pois os vinhos são elaborados com uvas provenientes das mais diversas regiões produtoras. 

A decisão de trazer estes vinhos para o Brasil merece todos os elogios, pois são vinhos muito acessíveis, fáceis de beber e de excepcional relação preço/qualidade, o que certamente irá favorecer o consumidor menos afeito aos vinhos espanhóis, dando ao mesmo a oportunidade de conhecer melhor algumas varietais nobres do país.


Dessa linha foram degustados o Real Compañia Verdejo 2013 (fresco, frutado, agradabilíssimo), o Real Compañia Garnacha 2013 (sem madeira, pura framboesa, fresco e sedoso) e a grande estrela da linha, o ótimo Real Compañia Tempranillo Oak Aged 2012, um tinto com apenas 6 meses de passagem por carvalho, frutado, macio ao extremo, com boa expressão e boa persistência, e o melhor, abaixo de 50 reais, uma verdadeira pechincha.

Quem provar estes vinhos vai descobrir a razão da Espanha ser a queridinha dos apreciadores de vinhos do mundo todo, com vinhos modernos e elegantes, que respeitam o terroir e a tradição, sem abrir mão da modernidade e das novas tecnologias, sendo hoje os vinhos de melhor relação preço/qualidade em todo o planeta. Só falta agora o brasileiro descobrir essas maravilhas. Valem cada centavo...

Maiores informações em www.winebrands.com.br


Ver outros Artigos e Reportagens
Arthur Azevedo Presidente da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-SP) , editor da revista Wine Style (2005/2011), jornalista especializado em vinhos, palestrante, consultor da Artwine, membro de confrarias internacionais.
Arthur Azevedo

Conteúdo RSS

Visualizar Conteúdo RSS Artwine

Newsletter

Receba nossas novidades por e-mail Cadastrar
2019 Artwine - Todos os direitos reservados