Escudo Rojo, padrão de excelência em terras chilenas

26/10/2014

Produzido com o conhecimento, experiência e tradição francesas, o Escudo Rojo, vinho de elite com a grife Baron Philippe de Rothschild, chega à plena maturidade, com nova roupagem em toda a linha. Saiba mais...



O Chile é um dos mais privilegiados países do mundo quando o assunto é vinho de qualidade, muito em função de suas únicas características de solo e clima e também do fato de ser o único país do mundo em que as videiras não foram afetadas pela praga filoxera, que no final do século 19 atingiu todas as videiras de uvas europeias do planeta. 

Este fato é determinante para que as videiras no Chile sejam plantadas pelo sistema de pé-franco, sem enxertia, o que preserva de forma muito interessante a originalidade de cada videira.

Geograficamente isolado pela imponente Cordilheira dos Andes, pelo inóspito Deserto de Atacama, pelo frio Oceano Pacífico e pelos gelados glaciares, o país desfruta de isolamento e clima perfeito, tanto para o cultivo de uvas brancas como de uvas tintas.

Essas particularidades não passaram despercebidas por um dos mais importantes e tradicionais grupos franceses, o conceituado Baron Philippe de Rothschild, que tem em seus domínios grandes vinícolas como o Château Mouton-Rothschild, um dos cinco Premier Grand Cru Classé de Bordeaux, Opus One na Califórnia e Almaviva também no Chile. 

Vale comentar que a Baron Philippe, com sua visão de futuro aguçada, foi a primeira empresa francesa a se aventurar no Novo Mundo, fazendo joint-ventures com produtores de renome, como é o caso do Opus One, a primeira vinícola gravitacional do mundo, em associação com Robert Mondavi na Califórnia e a Almaviva, um projeto vitorioso em conjunto com a gigante Concha y Toro do Chile.

Uma vinícola de ponta no coração do Maipo, origem do Escudo Rojo 



A produção da linha Escudo Rojo se dá numa moderna vinícola situada no Maipo, inaugurada em 2003 pela recentemente falecida Baronesa Philippine de Rothschild, junto a um vinhedo exclusivo de 63 hectares, construída com madeira e aço, refletindo o desejo de combinar a tecnologia de última geração com a tradição francesa na elaboração de vinhos.

Desenhada para trabalhar de forma racional, a vinícola conta com equipamentos modernos e eficientes, sendo que a vinificação, amadurecimento, engarrafamento e embalagem são realizados no mesmo local, o que aumenta a eficiência de toda a linha de produção. 

Com cerca de 4.500 metros quadrados de área, tem em seu interior 61 tanques de aço inoxidável com controle de temperatura, com capacidade global de 42.000 hectolitros, ou seja 4 milhões e 200 mil litros.

Uvas dos melhores Vales do Chile, a matéria-prima do Escudo Rojo


É fato sabido que cada Vale do Chile tem suas uvas preferenciais. Os enólogos da Baron Philippe levaram em conta esse conhecimento ao elaborar o vinho ícone da casa, o Escudo Rojo, que agora chega ao mercado brasileiro em sua nova roupagem, com um novo rótulo especialmente criado para identificar um vinho de alta gama. 

O conceito baseia-se no escudo vermelho da família Rothschild, ou Rote Schild, frase alemã que significa Escudo Vermelho, que aparece em destaque na parte superior do rótulo. 


Também para marcar essa mudança de imagem foi criada uma embalagem muito especial, que além do vinho, vem acompanhada de quatro frascos de aroma, destacando os principais aromas encontrados no vinho.

Escudo Rojo Blend, o vinho premium da Baron Philippe Chile


O Escudo Rojo é um corte de quatro uvas, sendo que Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Syrah vêm do Valle do Maipo e a Carmenère vem do Valle de Cachapoal. 

A elaboração se dá com maceração pré-fermentativa em baixa temperatura, para melhor extração de aromas e sabores delicados, seguida por fermentação em temperatura controlada por 10 dias e maceração pós-fermentativa por 10 a 12 dias, todos estes procedimentos voltados para a produção de um vinho de rara elegância e sofisticação. 

Para preservar integralmente a fruta, parte do vinho faz amadurecimento em barricas de carvalho francês e parte permanece em aço inoxidável, sendo mesclados um pouco antes do engarrafamento. 

O resultado é um vinho muito agradável e acessível, com boa fruta, equilibrado, macio e com longa persistência, que reflete com rara felicidade sua origem nos melhores Vales do Chile.

A linha Escudo Rojo ainda contempla vinhos varietais, tornando-a uma das mais completas e abrangentes do Chile.


Os vinhos Escudo Rojo são distribuídos no Brasil pela Devinum (www.devinum.com.br), podendo ser encontrados nas melhores enotecas do Brasil.


Ver outros Artigos e Reportagens
Arthur Azevedo Presidente da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-SP) , editor da revista Wine Style (2005/2011), jornalista especializado em vinhos, palestrante, consultor da Artwine, membro de confrarias internacionais.
Arthur Azevedo

Conteúdo RSS

Visualizar Conteúdo RSS Artwine

Newsletter

Receba nossas novidades por e-mail Cadastrar
2019 Artwine - Todos os direitos reservados