Bodegas Valduero, um patrimônio inestimável da Espanha

03/09/2013

Situada no coração de Ribera del Duero,  a tradicional Bodegas Valduero produz alguns dos melhores vinhos na privilegiada Denominação de Origem de Castilla y León. Importados com exclusividade para o Brasil pela Ana Import, os vinhos da Valduero se destacam pela elegância e pela excepcional expressão

Impressionante vista aérea das Bodegas Valduero, com a entrada dos três túneis à direita


O pequeno povoado de Gumiel del Mercado, situado no coração de Ribera del Duero, a cerca de 16  quilômetros a noroeste de Aranda del Duero, assistiu em 1984 o nascimento de uma das mais emblemáticas vinícolas espanholas. 

O visionário Gregorio García Alvarez, devidamente assessorado por sua filha Yolanda García Viadero, convicto da elevada qualidade da uva típica da região, a Tinto Fino, fundou as Bodegas Valduero, vinícola que hoje se alinha entre as melhores da Espanha. 
 
A qualidade da Tinto Fino (ou Tinta del País), que é na verdade nossa velha conhecida Tempranillo, atinge impressionantes níveis de qualidade em Ribera del Duero graças ao terroir (ou microclima) específico, fruto da combinação de solo e clima, caracterizados pela forte presença de calcário-argiloso, além de invejável amplitude térmica (diferença de temperatura entre o dia e a noite).

A clássica Tinta del País, nome que a Tempranillo, uva emblemática da Espanha recebe em Ribera del Duero


A grande amplitude térmica que faz com que a acidez natural das uvas seja preservada, contribuindo para que os vinhos da região tenham muita estrutura e destacado equilíbrio entre a acidez e o álcool.

Some-se a isso a notável concentração de fruta madura que os vinhos de Ribera del Duero exibem e teremos a fórmula perfeita para vinhos de caráter internacional, que hoje estão entre os mais cobiçados de todo o mundo.

Um dos pilares da qualidade da Valduero é a certeza que os vinhos somente serão completos após um período de amadurecimento em carvalho e envelhecimento em garrafa, o que lhes confere grande elegância, fruto da polimerização dos taninos e perfeita integração com a madeira.

Vinhedos impecáveis, onde se define a qualidade de um grande vinho

É mais que sabido que um grande vinho nasce no vinhedo e, em Valduero, isso é levado muito a sério. Todas as uvas utilizadas na produção dos vinhos são provenientes de vinhedos próprios – são cerca de 200 hectares, que começaram a ser plantados na década de 1980.

Os espetaculares vinhedos próprios da Valduero, fonte das uvas que dão origem aos ótimos vinhos ali produzidos

Tendo em vista as condições climáticas, a localização do vinhedo, a variedade Tinto Fino e os estritos parâmetros de qualidade estipulados pela família, optou-se pelo plantio no tradicional sistema “en vaso”, ou seja, sem condução aramada (a clássica espaldeira), o que permite limitar o rendimento naturalmente, mantendo-o sempre abaixo dos 4000 quilos por hectare, ou meros 28 hectolitros por hectare, muito baixo e perfeito para a produção de vinhos de alta qualidade.

Outro detalhe importante é que se trata de vinhedos sem irrigação artificial – viñas de secano, além de terem sido banidas todas as formas de adubação química, que foram substituídas pelo uso de esterco de ovinos a cada dois anos, o que garante os sais e nutrientes necessários para o perfeito desenvolvimento do vinhedo.

Os três túneis das Bodegas Valduero são destaque na vinícola

Contrariando a tendência atual de se contratar arquitetos famosos para projetar a vinícola, a família decidiu se basear em sua experiência na produção de vinhos e construiu uma interessante, e prática, vinícola para elaborar seus vinhos, alinhada com a arquitetura tradicional da região.

Dessa forma, foram escavados três túneis, que posteriormente foram cobertos com a própria terra extraída para sua construção. 

Entrada dos famosos três túneis das Bodegas Valduero

Os três túneis foram destinados à área de elaboração, abrigando os tanques de aço inoxidável; à área de barricas e à área de armazenamento das garrafas. É importante lembrar que os tempos de barrica e garrafa respeitam a legislação da DO, para que os vinhos possam ser classificados como Crianza, 
Reserva e Gran Reserva.

Por dentro dos túneis da Valduero

As espetaculares galerias de elaboração, amadurecimento e envelhecimento da Valduero são um espetáculo à parte. Construídas a partir do ano 2000, possuem área de 4000 metros quadrados, com estrutura de concreto de 40 cm de espessura, em forma de abóbadas e cobertas com 5 metros de terra, o que ajuda a manter a temperatura ao redor dos 14°C durante todo o ano.

A Galeria de vinificação, com 120 metros de extensão, abriga tanques de tamanhos variados, de 10 a 40 mil litros, com capacidade total de 1,5 milhão de litros, permitindo a elaboração dos vinhos separados por zona de produção e vinhedos, mantendo as características de cada uma das vinhas separadas desde a colheita.

Túnel de elaboração, com os tanques de elaboração

A segunda galeria, com cerca de 100 metros de comprimento, está integralmente dedicada ao amadurecimento do vinho nas barricas de carvalho, contando com cerca de 4.200 barricas de carvalho de diferentes procedências, tanto americanos quanto europeus (franceses e do leste europeu). O uso dessa variedade de madeiras e a temperatura/umidade constantes (13°C /65% de umidade) contribuem de forma decisiva para a personalidade dos vinhos da Valduero.

Barricas de carvalho, usadas no processo de amadurecimento dos vinhos da Valduero


A terceira e última galeria é onde fica armazenado o vinho engarrafado, em temperatura constante de 13°C, por períodos que variam de 12 meses para os Crianza até 48 meses para os Gran Reserva.


O tunel de armazenamento de garrafas guarda milhões de litros de vinho, em lento processo de envelhecimento


As tradicionais Cuevas da Valduero e os vinhos por ela produzidos

Um dos mais importantes diferenciais dos vinhos Reserva e Gran Reserva da Valduero é o local onde ficam as barricas durante o importante, mais que isso, essencial, período de amadurecimento. 

Estamos nos referindo às chamadas Cuevas de Crianza, situadas na antiga vinícola, uma casa do século XV, no centro de Gumiel del Mercado, que conta com uma galeria de 1000 metros de comprimento, a 40 metros de profundidade, com 14°C de temperatura constante e 75% de umidade natural. A capacidade é de 1000 barricas na galeria original e mais 500 barricas na nova galeria, na verdade uma extensão da primeira.

As antigas Cuevas das Bodegas Valduero abrigam as barricas dos vinhos Reserva e Gran Reserva

A gama atual da Valduero contempla os tradicionais Crianza, Reserva e Gran Reserva, os originais Valduero 6 Años, Valduero 12 Años, os brancos da uva Albillo - Viadero e 9 Sobresaliente e o Valduero Rosado. Sem dúvida uma ampla variedade de vinhos, de alta qualidade, para todos os gostos e ocasiões.


Além de Ribera del Duero, a Valduero elabora vinhos de alta classe em Toro (Arbucala Esencia, Arbucala Esencia Roble e Arbucala Premium) e em Rioja (Rincón de Navas Crianza e Rincón de Navas Reserva). Em ambas as Denominações de Origem se observa o mesmo esmero e o mesmo cuidado com a produção dos vinhos, do vinhedo à garrafa, marca registrada dos vinhos da família García-Viadero

Os vinhos Valduero e Arbucala estão disponíveis no mercado brasileiro, importados pela Ana Import

Serviço


Carretera de Aranda s/n.-
Gumiel del Mercado.09443
Burgos España

Telefone: +34947545459

Fax: +34947545609
Mail: web@bodegasvalduero.com


O pequeno pueblo de Gumiel del Mercado, sede das Bodegas Valduero


Ver outros Artigos e Reportagens
Arthur Azevedo Presidente da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-SP) , editor da revista Wine Style (2005/2011), jornalista especializado em vinhos, palestrante, consultor da Artwine, membro de confrarias internacionais.
Arthur Azevedo

Conteúdo RSS

Visualizar Conteúdo RSS Artwine

Newsletter

Receba nossas novidades por e-mail Cadastrar
2019 Artwine - Todos os direitos reservados